SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – O cirurgião Antonio Macedo, um dos mais experientes da equipe que acompanha Jair Bolsonaro no hospital Albert Einstein, disse que é “totalmente fake” um áudio atribuído a ele em que os profissionais da Santa Casa de Juiz de Fora (MG) são chamados de imbecis.

A gravação que seria de Macedo circulou nesta quinta-feira (6) em grupos de WhatsApp e foi alvo de críticas. À noite, a pedido de amigos e da família do deputado, o cirurgião viajou para a cidade mineira para participar do atendimento.

Nesta sexta (7), o cirurgião gravou um vídeo no aeroporto de Congonhas, onde acompanhava a chegada do parlamentar e sua transferência para o Einstein. A imagem foi logo em seguida espalhada também em redes sociais.

“Em relação a alguns áudios falando que eu havia contestado a conduta deles, impossível. Eu conheci a conduta deles lá, conduta perfeita, maravilhosa”, disse.

“Se foi circulada alguma coisa, é totalmente fake, e eu diria até criminosa.”

Macedo foi um dos responsáveis por autorizar o deslocamento para São Paulo, em decisão conjunta com os profissionais de Minas.

“Chegando lá encontrei o candidato excelentemente atendido”, afirmou nas imagens desta sexta. A cirurgia, difícil e de alta complexidade, foi muito bem realizada, segundo ele. “Um tratamento perfeito.”

No vídeo, feito na pista de Congonhas, o profissional pediu orações “pelo nosso querido candidato Jair Bolsonaro, que além de ser um grande candidato tem amigos maravilhosos”.

Não é possível afirmar se a voz do áudio é a de Macedo. Nele, um homem critica os procedimentos médicos de urgência em Bolsonaro.

“É um caso para ser operado por gente que conhece. Não é um caso para ser operado por criança. Espero que o pessoal saiba o que está fazendo, porque foi uma facada para matar”, afirmou o homem.

“E os imbecis foram dar ponto e começaram a operar por laparoscopia isso. Quer dizer, brasileiro, além de não saber nada, ainda faz merda. Porque, pelo amor de Deus, como é que me faz uma laparoscopia num cara que tomou uma facada dessa”, seguiu o autor do áudio.

“Coitado desse Bolsonaro. Tudo errado, tudo errado”, concluiu.

O cirurgião é um dos mais reconhecidos na área de gastroenterologia do país e já cuidou de pacientes célebres, como a apresentadora Hebe Camargo.



Source link

Por favor, siga , curta e compartilhe