Cruzeirenses lamentam apagão, mas valorizam empate fora de casa

Cruzeirenses lamentam apagão, mas valorizam empate fora de casa

[ad_1]

O Cruzeiro volta para Belo Horizonte com uma pequena vantagem para o jogo de volta das quartas de final da Copa do Brasil, mas o empate em 3 a 3 com o Palmeiras, nesta quarta-feira (28), no Allianz Parque, acabou tendo um gosto amargo para o time celeste, que acabou cedendo o empate depois de ter ido para o intervalo vencendo por 3 a 0.

“Foi um jogo louco, né? A gente fez tudo muito bem no primeiro tempo. O empate aqui dói muito, dói muito”, declarou Lucas Romero.

Alisson Thiago Santos Palmeiras Cruzeiro Copa do Brasil 28062017

(Foto: © Marcello Zambrana/Light Press/Cruzeiro)

“Equipe que faz 3 a 0 não pode, de forma alguma, tomar o empate no segundo tempo, com todo respeito à equipe do Palmeiras, que tem muita qualidade. Fazer três gols aqui é muito difícil, é como a gente diz: conversar para que não aconteça mais isso e para que a gente consiga uma vitória no clássico”, completou Alisson.

Jogador mais experiente do elenco, o goleiro Fábio seguiu a mesma linha dos companheiros e já projetou o duelo de volta, que acontecerá somente no dia 26 de julho.

“Ninguém queria que acontecesse isso, mas o Palmeiras veio pro tudo ou nada. A gente podia ter encaixado mais um gol, mas não conseguimos. Maioria dos gols deles foram no bate e rebate. Bola na área, disputa para um lado, disputa para o outro. Sobrou, infelizmente, pros jogadores do Palmeiras, que finalizaram bem. Foi um belo jogo, as duas equipes estão de parabéns. Lá em Belo Horizonte vai ser um jogo difícil, mesmo se a gente tivesse saído daqui com a vitória”, declarou.

Com o resultado conquistado no Allianz Parque, o Cruzeiro conseguirá a classificação para a semifinal do torneio com qualquer vitória simples ou até mesmo empatando em 0 a 0, 1 a 1 e 2 a 2.

[ad_2]

Source link

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *