Com time misto, Cruzeiro vence e Chapecoense continua na zona de rebaixamento

Com time misto, Cruzeiro vence e Chapecoense continua na zona de rebaixamento

[ad_1]

Mesmo com time misto, o Cruzeiro venceu mais uma e entrou na zona de classificação da Copa Libertadores de 2018. Três dias após o empate com o Flamengo, na primeira partida final da Copa do Brasil, o time mineiro superou a Chapecoense por 2 a 1, neste domingo, na Arena Condá, em Chapecó (SC). O duelo foi válido pela 23.ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Esta foi a terceira derrota consecutiva do clube catarinense, que segue seriamente ameaçado pelo rebaixamento. Agora aparece na 18.ª colocação, com 25 pontos. Tem um a menos que o Bahia, primeiro clube fora da degola e que ainda joga nesta segunda-feira contra o lanterna Atlético Goianiense, em Goiânia.

Por outro lado, o Cruzeiro continua a fazer um campeonato sem sustos. Focado na decisão da Copa do Brasil, os visitantes aparecem na sexta colocação, com 34 pontos. Superam o sétimo colocado Botafogo apenas no saldo de gols: 7 a 4.

A partida demorou a engrenar. O Cruzeiro adotou uma postura extremamente cautelosa no início. A Chapecoense até tentou pressionar, mas sem levar muitos sustos à meta de Fábio. Isso só aconteceu quando os mineiros já controlavam o jogo. Aos 34 minutos, Túlio de Melo aproveitou cruzamento da direita e, na pequena área, cabeceou para boa defesa do arqueiro celeste.

À esta altura, os visitantes já mostravam superioridade técnica. O primeiro gol foi marcado no final da etapa. O atacante Raniel deu bela enfiada de bola para o meia Rafinha. Ele invadiu a área, fintou o zagueiro Fabrício Bruno e bateu na saída do goleiro Jandrei, que ainda tocou na bola.

Na segunda etapa, os catarinenses tentaram pressionar nos primeiros minutos, mas esbarraram em boas defesas de Fábio. Para piorar, o Cruzeiro ampliou aos 17 minutos. Postulante à vaga do suspenso Rafael Sóbis na final da Copa do Brasil, Raniel aproveitou rebote de Jandrei, em cabeçada do zagueiro Léo, e mandou para as redes.

Depois do gol, o time mineiro voltou a atuar mais na defensiva e viu o adversário crescer em campo. Os donos da casa, contudo, conseguiram apenas diminuir. Após levantamento da direita, Túlio de Melo chegou sozinho para cabecear aos 38 minutos. A reação parou ai.

No próximo domingo, às 16 horas, a Chapecoense volta a campo pelo Brasileirão para enfrentar o Grêmio, na Arena Grêmio, em Porto Alegre. Antes, nesta quarta-feira, às 19h15, encara o Flamengo, novamente em casa, pela rodada de ida das oitavas de final da Copa Sul-Americana. O Cruzeiro encara o Bahia, no próximo domingo, às 19 horas, no estádio do Mineirão, em Belo Horizonte.

FICHA TÉCNICA

CHAPECOENSE 1 x 2 CRUZEIRO

CHAPECOENSE – Jandrei; Apodi, Douglas Grolli, Fabrício Bruno e Roberto (Diego Renan); Moisés Ribeiro, Canteros e Seijas (Júlio César); Arthur (Penilla), Wellington Paulista e Túlio de Melo. Técnico: Vinícius Eutrópio.

CRUZEIRO – Fábio; Ezequiel, Digão, Léo e Diogo Barbosa; Lucas Silva, Henrique, Robinho (Alisson), Rafinha e Arrascaeta (Thiago Neves); Raniel (Sassá). Técnico: Mano Menezes.

GOLS – Rafinha, aos 45 minutos do primeiro tempo; Raniel, aos 17, e Túlio de Melo, aos 38 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS – Canteros e Douglas Grolli (Chapecoense); Murilo (Cruzeiro).

ÁRBITRO – Leandro Bizzio Marinho (SP).

RENDA – R$ 195.950,00.

PÚBLICO – 9.676 pagantes.

LOCAL – Arena Condá, em Chapecó (SC).

[ad_2]

Source link

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *