Vasco completa 119 anos com time em má fase e pressionado pelo Z4

Vasco completa 119 anos com time em má fase e pressionado pelo Z4

[ad_1]

O Vasco completa 119 anos nesta segunda-feira, mas os cruz-maltinos não têm motivos para comemorar com os resultados dentro de campo. Na tarde do último domingo a equipe do técnico Milton Mendes deu um presente de grego para os torcedores ao perder por 3 a 0 para o Bahia, em Salvador. Mais uma vez o Cruz-Maltino jogou mal, cometeu erros e pouco criou. Assim, aumentou para cinco o jejum de vitórias e a pressão no clube, que já está na beira da zona de rebaixamento.

O novo sistema adotado por Milton Mendes não deu muito certo e durou apenas o primeiro tempo. O Vasco entrou pela primeira vez com três zagueiros e a ideia era que a formação fizesse variações táticas durante a partida, com Breno atuando de volante, mas isso pouco se viu. No 3-5-2, o Cruz-Maltino até criou duas chances de gol, mas deu espaços no meio e na zaga.

Ao não aproveitar as oportunidades, o Vasco acabou castigado com o gol do Bahia em lance de bola parada aos 22 da primeira etapa. Quando ensaiava uma pressão no fim do primeiro tempo, acertando até uma bola na trave, o time de Milton Mendes levou outro gol em contra-ataque antes de descer para o vestiário.

Com a desvantagem, Milton resolveu se desfazer do esquema com três zagueiros na volta para o segundo tempo. Porém, não teve nem tempo de a equipe se organizar em campo e já levou o terceiro gol, logo com um minutos.

Depois disso pode se ver um Vasco entregue em campo. O time não conseguiu criar oportunidades, problema que já acontece há alguns jogos. Nem a entrada de Nenê melhorou o panorama. Isolado no ataque, Luis Fabiano pouco fez na frente.

Anderson Martins sofre com falta de ritmo

Nem a esperada reestreia de Anderson Martins foi motivo de animação. Principal reforço do clube para o Brasileirão, o zagueiro mostrou boa qualidade técnica, no entanto, sofreu com a falta de ritmo de jogo e foi mal nos lances de dois gols.

Em uma das primeiras participações do zagueiro, ele errou um passe, que acabou se tornando em belo ‘drible da vaca’ e depois saiu driblando. Na jogada do primeiro gol, ele se atrapalhou com Breno e não subiu com Tiago, que acabou fazendo o gol.

No terceiro gol do Bahia, o defensor errou na antecipação da jogada. Em seguida, ele escorregou e ficou caído no gramado vendo o desenrolar do lance que resultou no gol de Mendoza.

E MAIS:

[ad_2]

Source link

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *