Com dois gols e duas assistências, Neymar garante virada ao PSG

[ad_1]

Em sua primeira aparição na casa do Paris Saint-Germain, Neymar foi arrasador. O atacante anotou dois gols e deu duas assistências na partida contra o Toulouse, neste domingo, garantindo a virada e a goleada do PSG por 6 a 2, na terceira rodada do Campeonato Francês.

Com o resultado, os parisienses se juntaram ao grupo das equipes com três vitórias nos três jogos da Ligue 1, ao lado de Monaco e Saint-Etienne, somando nove pontos. Já o Toulouse conheceu sua segunda derrota e aparece na parte de baixo da tabela, com três.

Leia mais: Com brasileiros apagados, Lille perde para o Caen em casa

Os donos da casa começaram o confronto levando um grande susto, após ceder o primeiro gol aos oponentes. Com grande falha na recomposição, o atacante Gradel recebeu sozinho dentro da área para abrir o placar. A partir daí chegou a hora de brilhar a estrela brasileira do atacante Neymar, que já era o principal nome dos parisienses no duelo. Saiu dos pés dele tanto o gol de empate, após rebote do goleiro, quanto o passe para a virada, garantida pelo volante Rabiot, aos 35.

No segundo tempo, que começou monótono, a expulsão de Marco Verratti tratou de animar as coisas. Apesar de jogarem com um a mais, os visitantes viram Cavani ampliar de pênalti, diminuíram com Julien, mas os donos da casa acabaram transformando a vitória em goleada com Pastore, Kurzawa e novamente com Neymar, que anotou um verdadeiro golaço.

Para manter os 100% de aproveitamento, o time da capital francesa terá que mostrar novamente sua força dentro de casa, já que recebe o rival Saint-Etienne, na próxima sexta-feira. No dia seguinte, o Toulouse também atua como mandante diante do Rennes.

O Jogo

A partida começou com o Paris Saint-Germain propondo o jogo e contando com muitas jogadas de efeito de Neymar. Atuando bem aberto do lado esquerdo, o atacante brasileiro começou dando dribles, tentando encontrar espaço, mas penou com a forte marcação. Apesar do volume de jogo, o PSG acabou sofrendo com a falta de entrosamento dos jogadores de frente. O time da casa teve pelo menos três chances de contra-ataque, mas tanto Neymar quanto o argentino Di María falharam na hora do último passe.

Depois de muito tentar, os parisienses conseguiram emendar a primeira grande chance somente aos 14 minutos. Após jogada pelo lado direito, o lateral direito brasileiro Daniel Alves recebeu de calcanhar de Di María e descolou lindo passe para Neymar. De cara para o gol, o craque colocou muita força na bola, que foi para fora depois de leve toque no travessão.

O Paris, mesmo melhor em campo, acabou conhecendo uma das mais antigas máximas do futebol: “quem não faz, toma”. O lateral direito Amian Adou disparou pelo lado e aproveitou a falta de recomposição da defesa mandante para cruzar para Gradel, livre dentro da área. Aos 18 minutos, o atacante marfinense finalizou de primeira, com a bola ainda no alto, para inaugurar o marcador.

O gol serviu para transformar o volume de jogo parisiense em intensidade. Movido pela empolgação da torcida, o PSG quase chegou ao empate com Neymar acertando a trave de cabeça, aos 25 minutos, e conseguiu marcar com o brasileiro, aos 30. Após avançar com a bola, o camisa 10 rolou de calcanhar para o volante francês Rabiot, que chutou forte de perna esquerda. O goleiro francês Lafont espalmou para o meio da área e a bola sobrou nos pés da principal estrela da Seleção Brasileira, que só teve o trabalho de rolar para dentro. Confira o primeiro gol de Neymar no Parc des Princes.

Após selar a igualdade, o time mandante seguiu com a forte pressão e conseguiu garantir a virada antes de o árbitro apitar para o intervalo. Em nova jogada de sucesso da dupla Neymar-Rabiot, o meio-campista tabelou com o atacante, recebeu de frente para a área e arriscou, aos 34 minutos. Desta vez, a finalização de perna esquerda foi certeira e morreu no canto esquerdo do goleiro adversário.

No segundo tempo, o Paris Saint-Germain perdeu um pouco da intensidade. O Toulouse, porém, também não conseguiu esboçar uma grande reação e começou sem trazer muito perigo ao gol do jovem francês Alphonse Aréolá.

A situação no Parc des Princes acabou ficando tensa e a partida voltou a esquentar a partir dos 25 minutos, quando Marco Verrati recebeu cartão vermelho. Depois de ser advertido no final da primeira metade, o volante italiano recebeu o segundo amarelo após cometer falta infantil em um dos zagueiros da equipe visitante.

Apesar da baixa, a equipe azul e vermelha conseguiu contar, mais do que com o talento, com a sorte de Neymar para ampliar e encaminhar a vitória em casa. O brasileiro foi derrubado dentro da área, após disputa de bola, e o juiz entendeu o lance como pênalti. Aos 30 minutos, Cavani foi para a cobrança e bateu com muita força, acertando o canto esquerdo de Lafont, que pulou para o outro lado.

Com um jogador a mais, o Toulouse não se abalou pela distância no placar e conseguiu diminuir, aproveitando cobrança de escanteio. Aos 33 minutos, o volante Jean colocou na cabeça do zagueiro Chirstopher Julien, que testou com força.

A reação dos visitantes, porém, caiu por terra, com verdadeiros golaços do PSG. Aos 38 minutos, o meia argentino Javier Pastore, recém-saído do banco de reservas, resolveu arriscar do meio da rua e acertou um lindo chute no ângulo esquerdo de Lafont. Já aos 40, Neymar brilhou de novo em cobrança de escanteio e encontrou Layvin Kurzawa dentro da área. O lateral esquerdo francês emendou um voleio para estufar as redes e garantir a goleada parisiense.

O time mandante ainda teve tempo de ver um gol antológico do jogador mais caro da história. Já nos acréscimos Neymar recebeu dentro da área e driblou pelo menos quatro marcadores antes de finalizar de perna esquerda no cantinho e dar números finais ao confronto.

Confira os resultados deste domingo pelo Campeonato Francês:

Lille 0 x 2 Caen

Olympique de Marselha 1 x 1 Angers

Paris Saint-Germain 6 x 2 Toulouse

[ad_2]

Source link

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *