Quais são os pontos fracos do Real Madrid para a Liga 2017/18

Quais são os pontos fracos do Real Madrid para a Liga 2017/18

[ad_1]

Opinião

O Real Madrid defenderá a coroa tanto na La Liga como na Champions League. O time Merengue demonstrou sua força e superioridade na temporada passada, mas isso não evita que o plantel de Zidane tenha certas limitações, mesmo quando deveriar melhor o suficiente para assegurar o sucesso novamente no torneio nacional.

Na Goal analizamos quais poderiam ser os três pontos a melhorar:

O buraco no ataque

A saída de um atacante de conficança como Álvaro Morata evidencia a falta de recursos no ataque madridista. Karim BEnzema é títular, um ponta atípico e genial que se move com facilidade no campo para deixar espaços para seus companheiros, mas está faltando um grande goleador e é o que se acusa em ocasiões no campo. Borja Mayoral e Cristiano Ronaldo, em uma mudança do lado para o meio, seriam as alternativas. 

Karim Benzema Real Madrid Barcelona Supercopa 16082017

(Foto: Getty Images)

Mayoral tem um excelente futuro à frente e Cristino Ronaldo uma excelente pegada, o que significaria uma mudança no esquema para adequar o camisa 7. Ambos são duas opções, talvez algo leve para um time campeão de primeiro nível. 

As dúvidas no gol

Navas fez uma ótima pré-temporada e um teve um notável início de curso, que reforça bem o papel exercido na última parte da liga, mas não devemos esquecer que o goleiro, já com 30 anos, também sofreu uma crise de insegurança que poderia ter custado caro ao Real Madrid, evidenciando as fraquezas do jogador.

Keylor Navas Real Madrid Atletico Madrid La Liga

(Foto: Getty Images)

Kiko Casilla é o reserva de Navas. Suas boas  atuações no Espanyol não tiveram continuidade no Santiago Bernabéu, onde ele está condenado a viver na sombra de Navas. 

A lateral-direta

Dani Carvajal vem se tornando pouco a pouco o títular e dono do lado direito, se não um dos melhores jogadores dessa posição no mundo. O problema que o Madrid tem, por mais um ano, são os substitutos para os laterais. A contratação de Theo e a polivalência de Nacho apontam a solução desse problema pelo lado esquerda. Na direita, no entanto, o substitulo é a promessa Achraf. O jogador tem muito futuro, mas é preciso dá-lo tempo e pode ser que a responsabilidade seja muito grande se Carvajal tiver que ficar fora.

dani carvajal real madrid champions league 02052017

(Fotos: Getty Images)

Essas três incógnitas, juntamente com o esgotamento físico por outra temporada intensa ou a própria suficiência que se dá nos jogos em certos momentos, apontam ser as principais dores de cabeça de Zidane para 2017-18. 

[ad_2]

Source link

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *