Em crise, Palmeiras coloca à prova paixão da torcida contra a Chape

[ad_1]

A torcida do Palmeiras colocará à prova sua lealdade ao clube neste domingo, às 19h (de Brasília), em duelo contra a Chapecoense, no Palestra Itália. Em meio à crise e protestos pelo desempenho da equipe, o Verdão tenta se manter como o único grande clube do Brasil a jogar com ao menos 21 mil pessoas quando foi mandante.

“Vai ser o primeiro jogo em casa depois da eliminação (na Copa Libertadores). Entendemos o torcedor. Não conseguimos o objetivo na Libertadores, mas pedimos para apoiarem. Tem mais de 15 mil ingressos vendidos, então mesmo chateados eles estão apoiando. Lá dentro vamos fazer de tudo para dar o melhor e ganhar o jogo”, afirmou o volante Thiago Santos.

Curiosamente, três dos cinco maiores públicos na Arena alviverde na temporada foram em fracassos da equipe. Além de Jorge Wilstermann e Peñarol, pela fase de grupos da Copa Libertadores, as partidas com mais gente presente foram contra Barcelona, Ponte Preta e Corinthians.

Contra os equatorianos, 38.310 palmeirenses estiveram presentes no Palestra e presenciaram a eliminação da equipe nos pênaltis na Copa Libertadores. Já contra a Macaca, o Verdão até venceu sob o olhar de 39.086 pessoas, mas apenas por 1 a 0 na semifinal do Campeonato Paulista após ter sido batido por 3 a 0 na partida de ida. Por fim, o maior público foi contra o rival Corinthians, que entristeceu 39.091 palestrinos com o revés do time da casa por 1 a 0.

“O Palmeiras se armou para disputar campeonatos. A torcida estava motivada em todos os jogos. O Palmeiras é gigante e por isso o estádio está sempre cheio. Isso é uma motivação para nós, temos que agradecer a todos. O futebol é um jogo, se desfruta em família. Esperamos que o público compareça mesmo com a tristeza da eliminação”, disse Guerra.

[ad_2]

Source link

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *