Com apenas 16 anos, Dudu é aposta do Volta Redonda para o futuro

Com apenas 16 anos, Dudu é aposta do Volta Redonda para o futuro

[ad_1]

Uma aposta para o futuro com retorno técnico e também financeiro. Assim os dirigentes do Volta Redonda respondem quando são perguntados sobre o atacante Eduardo Cesar Telles Barros, ou simplesmente Dudu. Atacante de 16 anos, Dudu vem mostrando que o típico camisa 9 não acabou no futebol brasileiro. Considerado a principal promessa do Volta Redonda para o futuro, o atacante, mesmo tendo apenas 16 anos, já participou de alguns jogos da equipe sub-20 do Voltaço, no Campeonato Carioca da categoria. Forte fisicamente, Dudu é considerado não apenas o camisa 9 típico. Com um bom papel de pivô e ativo na construção das jogadas, Dudu tem encantado seu treinador, Marco Aurélio Botelho, na equipe sub-17.

– É um jogador de muito força física e um exímio finalizador. Além da boa finalização com os pés e do bom posicionamento, é um atleta com um cabeceio muito bom também. Mesmo tendo todas as características de autêntico camisa 9, o Dudu não é aquele centroavante centroavante. Ele participa demais das ações ofensivas com uma boa movimentação. É um jogador de muita qualidade e nós aqui do Volta redonda apostamos muito nele e no seu futuro. Além da excelente parte técnica, é um diamante que quer ser lapidado. Isso é fundamental. O Dudu é um atleta de verdade. Escuta tudo aquilo que falamos, tá sempre empenhado nos treinamentos e buscando evoluir a todo instante.

Considerado o principal complicador no momento de transição de um atleta das categorias de base para os profissionais, a parte psicológica do jovem Dudu é muito elogiada por todos dentro do Volta Redonda. Com uma família muito presente e um staff ao redor do atleta, Dudu impressiona não só pelas partes técnica e tática, nas quais é considerado referência na categoria. Centrado e sabendo exatamente aquilo que quer e onde quer chegar, Dudu conta com o apoio da sua família e de todos os dirigentes do Volta Redonda para evoluir e se tornar um dos jogadores de ponta do futebol nacional. Gerente de futebol do Volta Redonda, Leonardo Dinelli, conhecido como Zada, elogia o atleta e mostra otimismo na evolução do atleta para a sua chegada aos profissionais.

– É um atleta de muito potencial dentro do Volta Redonda. Um atleta de 2001 que já fez parte até mesmo da equipe sub-20 este ano, inclusive fazendo gols. Sem dúvida é um jogador que temos como referência na categoria dele. Tratamos dele com muito carinho e uma projeção excelente para o futuro. O Dudu tem uma família muito presente e isso nesse processo de transição que ele passa e ainda passará, é fundamental. É um jogador muito maduro pra idade dele. O Dudu sabe o que quer e aonde quer chegar. Tem muito foco e isso é fundamental. A gente o observa como um atleta de ponta nacionalmente no futuro. Obviamente que tem muitas etapas a serem concluídas, mas se ele mantiver o nível de atuação e a cabeça centrada nos seus objetivos, será um dos jogadores de ponta do futebol brasileiro.

Artilheiro do Volta Redonda no Campeonato Carioca sub-17 com 6 gols marcados – média de 0,5 gols por partida -, Dudu mantém a cabeça no lugar e sabe que tem um logo caminho a percorrer. Se apega a família e a todo seu staff para deixar que nada o tire do foco de ser um dos grandes jogadores do futebol brasileiro.

– Sem dúvida vivo um momento muito bom. Tenho conseguido evoluir no dia a dia, como jogador e, principalmente, como ser humano. Meus pais me ajudam muito no dia a dia. Estão sempre falando pra eu ter a cabeça no lugar e não deixar que nada tire o meu foco daquilo que é o meu maior desejo: ser jogador de futebol. Ainda tem muita estrada pra percorrer até chegar no lugar que quero. Com ajuda dos meus pais e de todos aqui do Volta Redonda, tenho certeza que irei conseguir.

E MAIS:

[ad_2]

Source link

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *