Mourinho critica atuação do City no mercado de transferências – Mundo | DOL – Diário Online

Mourinho critica atuação do City no mercado de transferências – Mundo | DOL – Diário Online

[ad_1]

O Campeonato Inglês ainda não começou, no entanto, o embate entre as equipes de Manchester e entre José Mourinho e Pep Guardiola já começou. O comandante do United criticou a política adotada pelo City no mercado de gastar muito dinheiro com vários jogadores e defendeu sua filosofia de fazer contratações pontuais.

“Eu acho que o problema não é o que se paga pelo Pogba ou quando você abre os cofres para ter Neymar. Contratações de jogadores como Pogba há uma ou duas por janela de transferência. Acho que o grande problema vem do valor gasto em jogadores de nível técnico menor, que são 100 contratados por janela. Isso é o que me preocupa. Com normalidade se fala de contratações de 30, 40 ou 50 milhões de libras (124, 165 ou 206 milhões de reais)”, afirmou o técnico português criticando de forma velada os Citizens.

José Mourinho ainda explicou que “nós gastamos muito dinheiro em uma frente (Lukaku) porque ou você gasta isso ou você não contrata (um jogador deste nível). Zlatan Ibrahimovic se lesionou e não podíamos nos dar o luxo de jogar os seis primeiros meses da temporada sem um atacante importante e forte. Assim nosso grande investimento foi em um jogador que precisávamos ter”.

Após criticar o Manchester City, que gastou aproximadamente R$ 884,6 milhões em seis jogadores (Mnedy, Walker, Bernardo Silva, Ederson, Danilo e Douglas Luiz), o Special One elogiou o trabalho que o Tottenham vem fazendo.

“Todo mundo fala da magnitude do investimento do City, mas há outra equipe que o investimento é fenomenal: o Tottenham. Eles não gastaram nenhuma libra. É incrível. Eles mantiveram todos os jogadores que queriam: Dele Alli, Kane, Alderweireld, Eric Dier. . . eu acho que Kyle Wakler foi vendido por que eles queriam”.

Fonte: Gazeta Esportiva

[ad_2]

Source link

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *