Guerra pode se tornar problema no Palmeiras; dor de Mina não preocupa

Guerra pode se tornar problema no Palmeiras; dor de Mina não preocupa

[ad_1]

O Palmeiras pode ter novos problemas para os próximos jogos. Guerra e Mina saíram do confronto com o Avaí reclamando de dores musculares, mas o caso do meio-campista é o que preocupa mais Cuca. O camisa 18 teve de ser substituído ainda no primeiro tempo; o zagueiro, já na etapa final.

– O Guerra é a dor que ele tem no adutor. Quando chutou a bola no primeiro tempo sentiu a dor, vamos ver. Em cima do jogo é difícil saber o grau da lesão. O Mina é dor no glúteo, mas nada preocupante sobre o futuro – resumiu o técnico, depois da vitória sobre o Avaí.

Embora a explicação de Cuca dê a entender que o problema do venezuelano é antigo, as dores no músculo adutor da coxa direita não têm nenhuma relação com queixas anteriores do jogador. Ele começou bem o jogo e foi sua a assistência para o gol de Dudu. Aos 26 minutos, sentiu o incômodo e foi substituído por Raphael Veiga, que entrou bem, e deu outra assistência.

Mina, em compensação, reclamou no segundo tempo e deu lugar a Edu Dracena, aos 18 minutos. Já perto do apito final, Jean também sentiu dores por conta de uma pancada na panturrilha direita, quando Cuca já havia feito as três substituições. Depois de alguns momentos caminhando com certa dificuldade, o camisa 2 terminou a partida aparentemente sem limitações.

Após receber folga neste domingo, o Palmeiras se reapresenta na segunda. Quarta, o time enfrenta o Botafogo, no Rio de Janeiro, pela 18ª rodada do Campeonato Brasileiro, no Engenhão.

E MAIS:

[ad_2]

Source link

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *