Claudinei não culpa Juan por expulsão contra o Palmeiras

Claudinei não culpa Juan por expulsão contra o Palmeiras

[ad_1]

O Avaí foi à São Paulo e perdeu para o Palmeiras, por 2 a 0, no último sábado. A derrota significou a interrupção da boa sequência do time no Brasileirão. Já eram três jogos sem perder na competição. O meia Juan levou cartão vermelho nos minutos finais da partida, depois de discutir com o árbitro Anderson Daronco. O técnico Claudinei Oliveira, apesar do acontecido, eximiu Juan de qualquer culpa no lance.

– Acho que ele errou, insistiu na reclamação e não tem que fazer isso. Já se desculpou, não tem como voltar atrás. Nao adianta massacrar o Juan, perdemos todos. Poderia ter sido outro expulso, o goleiro fazendo pênalti, um atleta tirando um gol com a mão, enfim. Todos de cabeça quente, ele tomou a decisão errada naquele momento. Vamos conversar intermanente para não acontecer de novo. Já passou – comentou o treinador.

Avaliando a partida como um todo, Claudinei afirmou que o gol sofrido nos minutos iniciais fez grande diferença no decorrer da partida.

– Tomamos um gol cedo. Isso dá uma tranquilidade maior para o mandante. O Palmeiras está em uma zona maior de conforto. Tivemos que sair mais do nosso propósito, procurando espaços para atacar. Quando faz isso, abre espaços na defesa. Nem precisa elogiar o time do Palmeiras. Ficaram dono da situação, donos do jogo. Se a gente conseguisse segurar o 1 a 0 até o final do primeiro tempo, poderíamos ter uma sorte maior no jogo. Ainda tivemos a expulsão do Juan, ficamos com um a menos. Voltamos para o segundo tempo com 10 jogadores. Ainda tivemos boa atuação, com as limitações de jogar com um a menos contra um time como é o Palmeiras – completou.

Agora, o Leão enfrenta o Atlético-PR, nesta quinta-feira, às 19h30, fora de casa. O Avaí é o 18º colocado na tabela de classificação da Série A, com 17 pontos, dois a menos que o Coritiba, primeiro clube fora da zona de rebaixamento. O Furacão é o 17º, com os memsos 17 da equipe de Claudinei Oliveira.

E MAIS:

[ad_2]

Source link

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *