Corinthians tenta reduzir esperanças de título brasileiro do Flamengo

[ad_1]

Com 77% de chances de ser campeão brasileiro, segundo os cálculos do matemático Tristão Garcia, o Corinthians poderá reduzir as possibilidades de mais um dos seus concorrentes na 17ª rodada. Enfrentará o Flamengo a partir das 16 horas (de Brasília) deste domingo, em Itaquera.

A diferença do líder Corinthians, invicto há 31 partidas, para o adversário carioca na tabela de classificação é de 12 pontos (40 a 28) – também de acordo com Tristão Garcia, o Flamengo conta com 2% de chances de surpreender na disputa pelo título nacional. Uma vitória no confronto direto, portanto, abalaria consideravelmente as esperanças dos rubro-negros.

No Corinthians, no entanto, o jogo entre os times com as maiores torcidas do Brasil é encarado como outro qualquer. Foi com essa mentalidade que os comandados de Fábio Carille se sobressaíram em outras partidas vistas como decisivas, como contra o Grêmio em Porto Alegre e o Palmeiras no Palestra Itália.

“Não faltando respeito com o Flamengo, mas a gente está na liderança e com essas marcas expressivas porque tem a humildade de saber que todos os jogos valem três pontos. Não dá para ficar pensando apenas naqueles mais falados. Será um jogo a mais da competição”, discursou o goleiro Cássio.

Nem mesmo o fato de o Flamengo contar com Paolo Guerrero muda o pensamento dos atletas corintianos. O centroavante peruano foi ídolo do clube paulista, principalmente por ter marcado o gol do título mundial de 2012, porém causou revolta ao ser atraído por uma proposta vantajosa financeiramente e rumar para o Rio de Janeiro em 2015. Antes, prometera defender só o Corinthians no Brasil.

“O Flamengo não é só o Guerrero. Eles têm muitos jogadores de boa qualidade, experientes”, comentou o zagueiro paraguaio Fabián Balbuena, autor de um gol na rodada passada do Brasileiro, diante do Fluminense, e outro na recente classificação às oitavas de final da Copa Sul-Americana, contra o Patriotas. “Vamos nos preparar como sempre. Sabemos da qualidade deles, mas jogaremos em casa, com a nossa torcida”, completou.

Balbuena terá novamente Pedro Henrique como parceiro de zaga, já que Pablo segue em recuperação de lesão muscular na coxa direita – o prata da casa se destacou contra Guerrero no último confronto entre Corinthians e Flamengo em Itaquera, a goleada por 4 a 0 de 2016. No meio, livre de suspensão, o armador Marquinhos Gabriel ocupará o posto vago por Jadson, que fraturou duas costelas contra o Avaí. Já Clayson herdará o lugar do atacante paraguaio Romero, outro contundido.

No Flamengo, a maior preocupação é encontrar meios para abalar o bom momento corintiano. “É complexo falar o que falta para algum time vencer o Corinthians. Eles fizeram por merecer em algumas partidas. Em outras, o adversário até mereceu vencer, mas acabou não acontecendo. Vamos tentar quebrar essa sequência”, afirmou o técnico Zé Ricardo.

O comandante flamenguista não quis levar à capital paulista o receio com os quatro gols sofridos no meio de semana, diante do Santos, pela Copa do Brasil. “O Corinthians é um time muito equilibrado. Nós, em geral, também levamos poucos gols. Vamos escrever uma nova história nessa partida”, vislumbrou.

Em relação à escalação do Flamengo, Zé Ricardo só confirmou a estreia do goleiro Diego Alves e a ausência do atacante Geuvânio, que não se recuperou de uma pancada sofrida contra o Coritiba. O meia Éverton Ribeiro, contudo, deverá ganhar a vaga do colombiano Berrío.

FICHA TÉCNICA

CORINTHIANS X FLAMENGO

Local: Estádio de Itaquera, em São Paulo (SP)

Data: 30 de julho de 2017, domingo

Horário: 16 horas (de Brasília)

Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (Fifa-MG)

Assistentes: Guilherme Dias Camilo (Fifa-MG) e Pablo Almeida da Costa (MG)

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Balbuena, Pedro Henrique e Guilherme Arana; Gabriel, Maycon, Marquinhos Gabriel, Rodriguinho e Romero; Jô

Técnico: Fábio Carille

FLAMENGO: Diego Alves; Pará, Réver, Rafael Vaz e Trauco; Márcio Araújo, Cuéllar, Diego, Éverton Ribeiro e Éverton (Berrío); Guerrero

Técnico: Zé Ricardo

[ad_2]

Source link

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *