Calvin Harris se diz arrependido de ter criticado Taylor Swift após término de namoro

[ad_1]

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – O DJ escocês e produtor musical Calvin Harris, 33, afirmou que se arrepende de ter criticado a cantora Taylor Swift, 27, em rede social, após o término de namoro no ano passado.

“Foi completamente o instinto errado. Eu estava protegendo o que eu vejo como o meu talento no mundo ser menosprezado. Parecia que as coisas estavam caindo todas em cima de mim e eu explodi”, disse o DJ em entrevista à revista “GQ” britânica.

Taylor Swift e Calvin Harris se separaram após 15 meses de namoro, em junho de 2016, de forma amigável. De acordo com a revista “People”, Harris teria dado um fim à relação por se sentir intimidado pelo sucesso de Taylor, eleita a artista mais bem paga de 2015.

“Ele disse em múltiplas ocasiões que se sentia intimidado por Taylor, razão pela qual ele não ia a eventos em que ela era homenageada, ou nenhum prêmio a não ser que ele fosse nominado”, revelou à publicação, na época, uma fonte ligada à cantora.

Em entrevista à “GQ”, o produtor musical afirmou que não é bom em ser celebridade e que o término do relacionamento dos dois foi mais divulgado do que quando estavam namorando.

“É muito difícil quando algo que considero tão pessoal se torna público. O rescaldo do relacionamento foi muito mais divulgado do que o relacionamento em si. Quando estávamos juntos, tínhamos muito cuidado para que ele não fosse um circo de mídia. Ela respeitava meus sentimentos nesse sentido. Não sou bom em ser uma celebridade. Mas quando terminou, todo o inferno apareceu”, disse o DJ.

Harris disse ainda que sucumbiu à pressão. “Agora vejo que o que fiz no Twitter foi o resultado de eu sucumbir à pressão. Levei um minuto para perceber que nada disso importa. Eu sou um cara positivo”, afirmou o produtor musical à “GQ.”

POLÊMICA

A briga do ex-casal começou quando Taylor Swift revelou ter sido coautora da música “This is What You Came For”, de Calvin Harris, e usava um pseudônimo, Nils Sjoberg, para disfarçar.

Quando a música estourou, a estrela pop usou as redes sociais para dizer que Nils, na verdade, era ela, colhendo assim parte dos louros pelo sucesso. Na época, o single chegou a ficar em primeiro lugar no Google Play Música, o serviço de streaming da plataforma.

De acordo com o site “TMZ”, enquanto ainda namoravam, Swift criou a música, a tocou em um piano e mandou uma versão demo para Harris pelo iPhone. Como o produtor musical gostou do resultado, eles foram para um estúdio e gravaram uma nova versão.

Ainda segundo o “TMZ”, a música motivou os desentendimentos entre eles, uma vez que Swift não gostou de uma entrevista na qual o ex-namorado dizia que jamais pensara em trabalhar com ela em uma parceria.

Pelo Twitter, Harris confirmou que sua ex de fato trabalhou na obra, mas deu sua própria versão da história. “Eu escrevi a música, produzi a canção e fiz os arranjos. E, no começo, ela [Taylor] queria manter em segredo, por isso usou um pseudônimo. Ela também aparece cantando um pouco também. É uma ótima compositora e faz sucesso como sempre.”

No entanto, ele usou a rede social para criticar a ex na sequência. “O que me machuca nesse momento é que ela e a equipe dela saiam tanto do caminho para me diminuir. Já percebi que se você está feliz em seu novo relacionamento precisa focar nele em vez de atacar seu ex-namorado”, disse Harris, alfinetando o namoro de Swift, na época, com o ator Tom Hiddleston.

“Sei que você não está em turnê, então você precisa de alguém novo para tentar atrapalhar como fez com Katy [Perry] etc. Mas eu não sou esse tipo de cara. Desculpe, mas não vou permitir”, completou.

Atualmente, Taylor Swift namora o ator britânico Joe Alwyn, 26, que fez sua estreia no cinema em 2016, como o protagonista de “A Longa Caminhada de Billy Lynn”. De acordo com o jornal “The Sun”, Taylor está tentando disfarçar o relacionamento, sendo discreta quando sai com o novo namorado.

[ad_2]

Source link

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *