18 personagens LGBT inesquecíveis dos games e cultura pop

Junho é o Mês do Orgulho LGBT e em diversas partes do mundo há manifestações e protestos em busca de direitos e respeito, bem como celebrações em prol da diversidade sexual.

A data de 28 de junho é especificamente considerada o Dia Internacional do Orgulho Gay e, por isso, vamos celebrar trazendo uma lista dos nossos personagens LGBT favoritos dos games, filmes, televisão e quadrinhos/literatura.

Mística

Mystique_Vol_1_14_Textless

A mais famosa mutante a mudar de forma, Mística, já se relacionou com vários personagens masculinos — Wolverine, Forge e até mesmo o Professor X — mas o seu único amor verdadeiro é Irene Adler, também conhecida como Sina. Mística usa a sexualidade para conseguir o que ela quer, mas sua relação com Sina sempre se destacou como o único romance verdadeiro da sua vida. Mística é uma defensora dos direitos dos mutantes e da ideia de que você deve se aceitar do jeito que é — e se alguém tem algum problema com isso, ela tem todas as habilidades de uma assassina de elite para, sabe como é, dar um jeito na situação.

Dumbledore

iGMaE11

O poder do diretor da Escola de Magia e Bruxaria de Hogwarts é proporcional a sua idade avançada. Mas graças ao seu comportamento quieto e engraçado, ninguém desconfia de que Alvo Dumbledore é a única pessoa realmente capaz de fazer Voldemort sentir medo. Embora a autora J.K Rowling nunca tenha escrito nos livros que Dumbledore era gay, ela deixou isso implícito ao descrever uma relação profunda do diretor com o bruxo das trevas Gellert Grindewald — depois, ela confirmou a informação durante um bate-papo com leitores. Dumbledore é um ótimo exemplo de como um personagem pode se tornar um favorito dos fãs graças a sua mente brilhante e aos seus conhecimentos extraordinários, com a sexualidade sendo apenas mais um de seus diversos atributos.

Sailor Netuno & Sailor Urano

michiruharuka-sailor-uranus-and-sailor-neptune-15234003-640-496

Sailor Moon tinha vários personagens LGBT, como Olho de Peixe, Zoisite e Kunzite e Sailor Star Fighter, mas o casal mais reconhecível era claramente formado pelas sailors Netuno (Michiru) e Urano (Haruka). A tradução original para o inglês de Sailor Moon feita pela DiC tentou apresentar Michiru e Haruka como primas muito afeiçoadas, mas era óbvio que elas estavam em um relacionamento romântico — aliás, um que era muito mais puro e saudável do que o de Usagi e Mamoru. Michiru e Haruka estavam quase sempre juntas e protegiam uma a outra ao ponto de estarem dispostas a trair suas aliadas por isso. Mesmo sendo difícil imaginar uma sem a outra (principalmente pela relação parecer tão natural), as duas também se destacam individualmente pelas personalidades muito bem construídas.

Oberyn Martell

oberyn-martell-house-martell-37045078-4928-3280

O personagem destaque da quarta temporada de Game of Thrones é o favorito de Dorne, o galante Príncipe Oberyn Martell. Ele chegou a Porto Real cheio de si, conseguindo tudo o que queria — inclusive entre quatro paredes. Não foi nenhum choque ver Oberyn se deliciar com homens e mulheres; na verdade, faz sentido que um homem com uma vida daquelas não deixe que uma questão de gênero o impeça de aproveitar ao máximo. Aquela "engolida de espada" era condenável em Porto Real, mas mesmo assim ele não fez o menor esforço para escondê-la, o que o tornou ainda mais fodão.
Com habilidades em lutas com lanças que deixariam até Darth Maul com inveja, a Víbora Vermelha provou que era capaz de derrotar o monstro conhecido como Montanha em uma luta… Mas Oberyn demorou tanto para dar o golpe fatal que a sua cabeça teve o mesmo destino de uma uva em uma vinícola.

Estrela Polar

Astonishing_X-Men_Vol_3_59_Textless

Um marco pra o movimento nerd LGBT foi quando o mutante Estrela Polar saiu do armário em 1992, mostrando o caminho para os personagens gays realmente assumirem sua sexualidade (em vez de apenas darem dicas sobre ela). Integrante da equipe canadense de super-heróis Tropa Alfa junto com a irmã Aurora, Estrela Polar consegue voar, se mover a uma super velocidade, aguentar danos muito pesados e manipular a luz.
Agora, vamos ser sinceros sobre uma coisa: Estrela Polar pode ser meio idiota às vezes. Ele está sempre dos lado dos heróis, mas fica bravo muito rápido e pode tratar seus colegas de equipe da mesma forma agressiva com que trata seus inimigos. Mas a gente tem que dar um desconto para ele — mutantes são odiados e temidos simplesmente por serem mutantes, e além de ter que lidar com isso, Estrela Polar ainda sofre com o preconceito contra gays. E o cara deve ter charme: ele se casou em 2012 com Kyle Jinadu, o namorado de longa data, protagonizando outro marco LGBT: o primeiro casamento gay nos quadrinhos da Marvel.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *